Retrospecto Corinthiano


NOVO ENDEREÇO

O RETROSPECTO CORINTHIANO AGORA ESTÁ EM NOVO ENDEREÇO:

VISITE WWW.RETROSPECTOCORINTHIANO.COM.BR



 Escrito por Ricardo às 09h23 [] [envie esta mensagem] []






Novidades

O Retrospecto Corinthiano está passando por uma série de mudanças. Uma delas é um novo endereço. Para conferir as novidades, clique aqui.



 Escrito por Ricardo às 00h05 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.609

1 x 1
Corinthians e São Paulo ficaram no empate por 1 x 1 na tarde deste domingo em Itaquera.

O tricolor saiu na frente aos 15 minutos, ao achar um pênalti sofrido e convertido por Cueva.

Aos 21, em um lance de oportunismo, Bruno Henrique empatou para o Timão.

O Corinthians produziu lances para virar o jogo até a metade do segundo tempo, quando o time perdeu rendimento físico e passou a sofrer um pouco pressão do São Paulo.

Mesmo assim, o jogo seguiu empatado até o fim. Foi a primeira vez que o São Paulo visitou Itaquera sem tomar um sacode.

Com o empate, a diferença para o Palmeiras volta a três pontos na busca pela liderança do Campeonato Brasileiro.

Contra o São Paulo:
Retrospecto geral*: 312 jogos, 121 vitórias, 99 empates, 92 derrotas, 458 gols pró, 410 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro (1967-2016): 61 jogos, 24 vitórias, 24 empates, 13 derrotas, 72 gols pró, 55 gols contra. No Robertão (1967-1970): 4 jogos, 4 vitórias, 7 gols pró, 2 gols contra; no Brasileirão (1971-2016): 57 jogos, 20 vitórias, 24 empates, 13 derrotas, 64 gols pró, 53 gols contra.
Em Itaquera: 5 jogos, 4 vitórias, 1 empate, 14 gols pró, 4 gols contra.

Artilheiro do jogo:
Bruno Henrique
.

O Corinthians em 2016:
43 jogos, 26 vitórias, 9 empates, 8 derrotas, 75 gols pró, 30 gols contra.

Sob o comando de Cristóvão Borges:
6 jogos, 4 vitórias, 1 empate, 1 derrota.

Artilheiros em 2016:
13 gols: Romero; 8 gols: Lucca; 6 gols: André; 5 gols: Marquinhos Gabriel; 4 gols: Bruno Henrique, Rodriguinho, Guilherme e Giovanni Augusto; 3 gols: Uendel e Fágner2 gols:  Elias, Marlone, Alan Mineiro, Balbuena, Felipe e Danilo1 gol: Rildo, Luciano, Guilherme Arana, Edílson, Maycon e Yago. Contra: Kadu, da Ponte Preta, na vitória mosqueteira por 3 x 0 em 26/05/2016; Mareco, do Cerro Porteño, na vitória do Corinthians por 2 x 0 em 16/03/2016; Escalona, do Cobresal, na vitória alvinegra sobre o time chileno por 1 x 0 em 17/02/2016.

Na Arena Corinthians:
75 jogos, 56 vitórias, 15 empates, 4 derrotas, 157 gols pró, 45 gols contra.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.307 jogos; 570 vitórias; 381 empates; 359 derrotas; 1.759 gols pró; 1.380 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2016): 1.236 jogos; 531 vitórias; 364 empates; 341 derrotas; 1.654 gols pró; 1.304 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.609 jogos**; 2.937 vitórias; 1.384 empates; 1.270 derrotas; 10.709 gols pró; 6.447 gols contra.

*A título de esclarecimento: O retrospecto geral do duelo é exatamente este, de 121 vitórias corinthianas, 99 empates e 92 triunfos tricolores em 312 partidas disputadas, com 458 gols mosqueteiros e 410 são-paulinos. A informação baseia-se nos Almanaques do Corinthians e do São Paulo lançados pela Placar em anos recentes. Há quem inclua erroneamente o jogo oficialmente cancelado do Brasileirão de 2005, manchado pela arbitragem de Edílson Pereira de Carvalho, juiz-ladrão confesso, e as partidas dos tempos de São Paulo da Floresta, clube que faliu na década de 1930 e que, apesar de ter dado origem ao atual São Paulo FC, não deixou de herança títulos, razão social nem seu retrospecto com outros clubes. Ou seja, a título de estatística, esses jogos não têm valor para o duelo entre Corinthians e São Paulo.

**Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há pelo menos 18 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 17h56 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.608

0 x 2

O Corinthians foi a Santa Catarina neste sábado e derrotou a Chapecoense por 2 x 0 pelo Campeonato Brasileiro. A vitória fora de casa mantém o Timão na cola do Palmeiras e confirma a segunda sequência de quatro triunfos alvinegros consecutivos na competição deste ano.

Cristóvão Borges tem mostrado ser um técnico bom de vestiário. Assim como aconteceu com o Flamengo, o Corinthians fez um primeiro tempo ruim contra a Chape. A ausência de Guilherme no time titular continua incompreensível.

Na volta para o segundo tempo, porém, logo a 1 minuto, o Timão teve um gol legítimo de Balbuena mal anulado pela arbitragem. Mas o erro de arbitragem não deu ruim desta vez.

Com uma nova tônica na etapa complementar, o Timão passou a controlar o jogo e abriu o placar aos 14 minutos, em boa jogada de Rodriguinho. Nos acréscimos, Marquinhos Gabriel recebeu passe de Fágner em profundidade, fechou o placar e manteve a freguesia.

Contra a Chapecoense:
Retrospecto geral: 5 jogos, 4 vitórias, 1 empate, 8 gols pró, 2 gols contra.

Artilheiros do jogo:
Rodriguinho
e Marquinhos Gabriel.

O Corinthians em 2016:
42 jogos, 26 vitórias, 8 empates, 8 derrotas, 74 gols pró, 29 gols contra.

Sob o comando de Cristóvão Borges:
5 jogos, 4 vitórias, 1 derrota.

Artilheiros em 2016:
13 gols: Romero; 8 gols: Lucca; 6 gols: André; 5 gols: Marquinhos Gabriel; 4 gols: Rodriguinho, Guilherme e Giovanni Augusto; 3 gols: Bruno Henrique, Uendel e Fágner2 gols:  Elias, Marlone, Alan Mineiro, Balbuena, Felipe e Danilo1 gol: Rildo, Luciano, Guilherme Arana, Edílson, Maycon e Yago. Contra: Kadu, da Ponte Preta, na vitória mosqueteira por 3 x 0 em 26/05/2016; Mareco, do Cerro Porteño, na vitória do Corinthians por 2 x 0 em 16/03/2016; Escalona, do Cobresal, na vitória alvinegra sobre o time chileno por 1 x 0 em 17/02/2016.

Na Arena Condá:
3 jogos, 3 vitórias, 6 gols pró, 1 gol contra.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.306 jogos; 570 vitórias; 380 empates; 359 derrotas; 1.758 gols pró; 1.379 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2016): 1.235 jogos; 531 vitórias; 363 empates; 341 derrotas; 1.653 gols pró; 1.303 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.608 jogos*; 2.937 vitórias; 1.383 empates; 1.270 derrotas; 10.708 gols pró; 6.446 gols contra.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há pelo menos 18 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 18h37 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.607

4 x 0
O Corinthians derrotou o Flamengo por 4 x 0 na tarde deste domingo em Itaquera e manteve a pressão em cima do Palmeiras, que jogará apenas amanhã, na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro de 2016.

O Flamengo dominou o primeiro tempo e manteve o controle do jogo até o 14º minuto da etapa complementar, quando Romero, único jogador corinthiano com boa atuação do início ao fim, abriu o placar para o Timão.

Depois do gol de Romero o jogo mudou completamente. O Corinthians passou a controlar a partida, o Flamengo murchou e a porteira abriu. Guilherme fez o segundo gol, servido por Romero, Rildo marcou o terceiro, em rebote após chute de Romero. E o paraguaio ainda marcou o quarto após arrancada de Rodriguinho.

Em resumo, Romero comandou a goleada alvinegra sobre o Flamengo, que não vence o Timão em São Paulo há dez anos, como bem observou Bruno Chazan pelo Twitter.

Rildo, enquanto isso, marcou hoje o 200º do gol da história do Corinthians sobre o time carioca. Ao mesmo tempo, o Timão não sofre um gol do Flamengo em São Paulo desde 2012.

É prudente, porém, que a Fiel não se empolgue demais. Mesmo jogando em casa, o Corinthians passou a maior parte do jogo sob pressão e soube se aproveitar do descontrole flamenguista após o primeiro gol.

Seja como for, o Timão está na briga e agora aguarda um tropeço palmeirense para recuperar a liderança.

Contra o Flamengo:
Retrospecto geral: 127 jogos, 52 vitórias, 26 empates, 49 derrotas, 201 gols pró, 195 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro (1967-2016): 63 jogos, 25 vitórias, 16 empates, 22 derrotas, 81 gols pró, 81 gols contra.
No Robertão (1967-1970): 4 jogos, 2 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 4 gols pró, 3 gols contra; no Brasileirão (1971-2016): 60 jogos, 24 vitórias, 15 empates, 21 derrotas, 80 gols pró, 78 gols contra.
Em Itaquera: 2 jogos, 2 vitórias, 4 gols pró, nenhum gol contra.

Artilheiros do jogo:
Romero (2), Guilherme
e Rildo.

O Corinthians em 2016:
41 jogos, 25 vitórias, 8 empates, 8 derrotas, 72 gols pró, 29 gols contra.

Sob o comando de Cristóvão Borges:
4 jogos, 3 vitórias, 1 derrota.

Artilheiros em 2016:
13 gols: Romero; 8 gols: Lucca; 6 gols: André; 4 gols: Guilherme, Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto; 3 gols: Bruno Henrique, Uendel, Fágner e Rodriguinho2 gols:  Elias, Marlone, Alan Mineiro, Balbuena, Felipe e Danilo1 gol: Rildo, Luciano, Guilherme Arana, Edílson, Maycon e Yago. Contra: Kadu, da Ponte Preta, na vitória mosqueteira por 3 x 0 em 26/05/2016; Mareco, do Cerro Porteño, na vitória do Corinthians por 2 x 0 em 16/03/2016; Escalona, do Cobresal, na vitória alvinegra sobre o time chileno por 1 x 0 em 17/02/2016.

Na Arena Corinthians:
74 jogos, 56 vitórias, 14 empates, 4 derrotas, 156 gols pró, 44 gols contra.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.305 jogos; 569 vitórias; 380 empates; 359 derrotas; 1.756 gols pró; 1.379 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2016): 1.234 jogos; 530 vitórias; 363 empates; 341 derrotas; 1.651 gols pró; 1.303 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.607 jogos*; 2.936 vitórias; 1.383 empates; 1.270 derrotas; 10.706 gols pró; 6.446 gols contra.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há pelo menos 18 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.



 Escrito por Ricardo às 17h57 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.606

0 x 2
O Corinthians foi a Belo Horizonte na noite desta quarta-feira e derrotou o América Mineiro por 2 x 0, retornando definitivamente à disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro de 2016.

Romero abriu o placar aos 8 minutos e parecia que a vitória viria fácil. Mas o triunfo foi garantido apenas na metade final do segundo tempo, em pênalti convertido por Marquinhos Gabriel.

Ainda que não tenha feito uma grande exibição, a vitória fora de casa ajuda a dar confiança e preparar o espírito para a partida de domingo com o Flamengo, importantíssima para as pretensões alvinegras no Brasileirão. Esta foi a primeira vez que o visitante venceu este confronto na história do Campeonato Brasileiro.

Contra o América-MG:
Retrospecto geral: 15 jogos, 6 vitórias, 4 empates, 5 derrotas, 24 gols pró, 20 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro: 11 jogos, 5 vitórias, 3 empates, 3 derrotas, 20 gols pró, 14 gols contra.

Artilheiros do jogo:
Romero e Marquinhos Gabriel.

O Corinthians em 2016:
40 jogos, 24 vitórias, 8 empates, 8 derrotas, 68 gols pró, 29 gols contra.

Sob o comando de Cristóvão Borges:
3 jogos, 2 vitórias, 1 derrota.

Artilheiros em 2016:
11 gols: Romero; 8 gols: Lucca; 6 gols: André; 4 gols: Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto; 3 gols: Bruno Henrique, Uendel, Guilherme, Fágner e Rodriguinho2 gols:  Elias, Marlone, Alan Mineiro, Balbuena, Felipe e Danilo1 gol: Luciano, Guilherme Arana, Edílson, Maycon e Yago. Contra: Kadu, da Ponte Preta, na vitória mosqueteira por 3 x 0 em 26/05/2016; Mareco, do Cerro Porteño, na vitória do Corinthians por 2 x 0 em 16/03/2016; Escalona, do Cobresal, na vitória alvinegra sobre o time chileno por 1 x 0 em 17/02/2016.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.304 jogos; 568 vitórias; 380 empates; 359 derrotas; 1.752 gols pró; 1.379 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2016): 1.233 jogos; 529 vitórias; 363 empates; 341 derrotas; 1.647 gols pró; 1.303 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.606 jogos*; 2.935 vitórias; 1.383 empates; 1.270 derrotas; 10.702 gols pró; 6.446 gols contra.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há pelo menos 18 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 23h43 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.605

2 x 1
O Timão derrotou o Santa Cruz por 2 x 1 na noite deste sábado em Itaquera e voltou a se aproximar da ponta da tabela.

O Santa Cruz veio a São Paulo com uma proposta bem diferente da maior parte dos clubes que vêm a São Paulo enfrentar o Corinthians.

O jogo começou franco e o Timão virou o primeiro tempo vencendo por 2 x 0.

Luciano e Romero voltaram a marcar e tudo parecia ir às mil maravilhas. No início da segunda etapa, porém, Cássio fez uma lambança e time pernambucano descontou.

Felizmente o erro de nosso goleiro não impediu a primeira vitória de Cristóvão Borges no comando alvinegro.

Contra o Santa Cruz:
Retrospecto geral: 22 jogos, 11 vitórias, 7 empates, 4 derrotas, 35 gols pró, 21 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro (1969-2016): 18 jogos, 8 vitórias, 6 empates, 4 derrotas, 23 gols pró, 17 gols contra. No Robertão (1969-1970): 2 jogos, 2 empates, nenhum gol pró, nenhum gol contra; no Brasileirão (1971-2016): 16 jogos, 8 vitórias, 4 empates, 4 derrotas, 23 gols pró, 17 gols contra.

Artilheiro do jogo:
Luciano
e Romero.

O Corinthians em 2016:
39 jogos, 23 vitórias, 8 empates, 8 derrotas, 66 gols pró, 29 gols contra.

Sob o comando de Cristóvão Borges:
2 jogos, 1 vitória, 1 derrota.

Artilheiros em 2016:
10 gols: Romero; 8 gols: Lucca; 6 gols: André; 4 gols: Giovanni Augusto; 3 gols: Bruno Henrique, Marquinhos Gabriel, Uendel, Guilherme, Fágner e Rodriguinho2 gols:  Elias, Marlone, Alan Mineiro, Balbuena, Felipe e Danilo1 gol: Luciano, Guilherme Arana, Edílson, Maycon e Yago. Contra: Kadu, da Ponte Preta, na vitória mosqueteira por 3 x 0 em 26/05/2016; Mareco, do Cerro Porteño, na vitória do Corinthians por 2 x 0 em 16/03/2016; Escalona, do Cobresal, na vitória alvinegra sobre o time chileno por 1 x 0 em 17/02/2016.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.303 jogos; 567 vitórias; 380 empates; 359 derrotas; 1.750 gols pró; 1.379 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2016): 1.232 jogos; 528 vitórias; 363 empates; 341 derrotas; 1.645 gols pró; 1.303 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.605 jogos*; 2.934 vitórias; 1.383 empates; 1.270 derrotas; 10.700 gols pró; 6.446 gols contra.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há pelo menos 18 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 22h50 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.604

2 x 1
Mais um erro grave de arbitragem e uma cagada homérica (não consigo pensar em definição melhor) do jovem Pedro Henrique selaram a derrota do Corinthians para o Atlético-MG na estreia do técnico Cristóvão Borges na noite desta quarta-feira no Mineirão.

O Atlético Mineiro só abriu o placar no meio do segundo tempo porque o bandeirinha não marcou o impedimento claro de Marcos Rocha antes de cruzar para Fred marcar. Deixa o Corinthians fazer um gol assim pra ver o chororô na mídia anti.

Pouco depois, enquanto o Timão buscava o empate, Pedro Henrique fez um recuo curto para Cássio que resultou no segundo gol do time mineiro.

Lucca ainda descontou e por pouco o Corinthians não empatou, mesmo não jogando muito bem.

O fato é que o Campeonato Brasileiro ainda está na décima rodada e o Corinthians já teve três pontos surrupiados por erros de arbitragem, todos eles em jogos fora de casa.

Marco Polo del Nero e sua CBF podem ficar tranquilos. O desmanche do time campeão em 2015 e o sequestro de Tite pela selecinha da máfia já fizeram seus efeitos. Podem parar com a roubalheira. Talvez o problema seja que eles não consigam reprimir o hábito.

Contra o Atlético-MG:
Retrospecto geral: 94 jogos, 38 vitórias, 25 empates, 31 derrotas, 137 gols pró, 122 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro (1967-2016): 61 jogos, 28 vitórias, 15 empates, 18 derrotas, 80 gols pró, 65 gols contra. No Robertão (1967-1970): 4 jogos, 2 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 5 gols pró, 5 gols contra; no Brasileirão (1971-2016): 57 jogos, 26 vitórias, 14 empates, 17 derrotas, 75 gols pró, 60 gols contra.
No Mineirão: 34 jogos, 11 vitórias, 10 empates, 13 derrotas, 49 gols pró, 50 gols contra.

Artilheiro do jogo:
Lucca
.

O Corinthians em 2016:
38 jogos, 22 vitórias, 8 empates, 8 derrotas, 64 gols pró, 28 gols contra.

Sob o comando de Cristóvão Borges:
1 jogo, 1 derrota.

Artilheiros em 2016:
9 gols: Romero; 8 gols: Lucca; 6 gols: André; 4 gols: Giovanni Augusto; 3 gols: Bruno Henrique, Marquinhos Gabriel, Uendel, Guilherme, Fágner e Rodriguinho2 gols:  Elias, Marlone, Alan Mineiro, Balbuena, Felipe e Danilo1 gol: Guilherme Arana, Edílson, Maycon e Yago. Contra: Kadu, da Ponte Preta, na vitória mosqueteira por 3 x 0 em 26/05/2016; Mareco, do Cerro Porteño, na vitória do Corinthians por 2 x 0 em 16/03/2016; Escalona, do Cobresal, na vitória alvinegra sobre o time chileno por 1 x 0 em 17/02/2016.

O Corinthians no Mineirão:
67 jogos, 23 vitórias, 18 empates, 26 derrotas, 89 gols pró, 88 gols contra.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.302 jogos; 566 vitórias; 380 empates; 359 derrotas; 1.748 gols pró; 1.378 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2016): 1.231 jogos; 527 vitórias; 363 empates; 341 derrotas; 1.643 gols pró; 1.302 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.604 jogos*; 2.933 vitórias; 1.383 empates; 1.270 derrotas; 10.698 gols pró; 6.445 gols contra.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há pelo menos 18 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 23h39 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.603

3 x 1
A Fiel torcida alvinegra lotou Itaquera para despedir-se presencialmente de Tite na tarde deste domingo em Itaquera e assistiu ao Corinthians quebrar uma série de tabus contra o Botafogo e voltar a encostar na ponta da tabela.

Inconstante em campo, o Timão alternou bons e maus momentos enquanto o Botafogo, só pra variar, tentou complicar o jogo. Mas dois gols de Bruno Henrique e um de Marquinhos Gabriel proporcionaram a primeira vitória do interino Fábio Carille no comando mosqueteiro.

Com o resultado, diversos tabus ficaram para trás. Antes do triunfo de hoje, o Corinthians não derrotava o Botafogo havia sete partidas. Em casa, o tabu era maior ainda: o Timão não vencia o clube da estrela solitária em São Paulo em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro havia dez anos, desde a despedida de Carlitos Tévez.

Felizmente, tabus existem para serem quebrados.

A partir da próxima rodada, provavelmente, o Corinthians passará a ser dirigido por Cristóvão Borges, que nos anos 1980 teve a honra de vestir o manto alvinegro como jogador.

A Tite, o mais vitorioso treinador da história alvinegra, deixo meu muito obrigado.

E a Cristóvão Borges desejo boa sorte.

Vai, Corinthians!

Contra o Botafogo:
Retrospecto geral: 105 jogos, 36 vitórias, 25 empates, 44 derrotas, 153 gols pró, 159 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro (1967-2016): 56 jogos, 19 vitórias, 17 empates, 20 derrotas, 74 gols pró, 67 gols contra.
No Robertão (1967-1970): 5 jogos, 4 vitórias, 1 empate, 8 gols pró, 1 gol contra; no Brasileirão (1971-2016): 51 jogos, 15 vitórias, 16 empates, 20 derrotas, 66 gols pró, 66 gols contra.
Em Itaquera: 2 jogos, 1 vitória, 1 empate, 4 gols pró, 2 gols contra.

Artilheiros do jogo:
Bruno Henrique (2) e Marquinhos Gabriel.

O Corinthians em 2016:
37 jogos, 22 vitórias, 8 empates, 7 derrotas, 63 gols pró, 26 gols contra.

Sob o comando de Fabio Carille:
4 jogos, 1 vitória, 1 empate, 2 derrotas.

Artilheiros em 2016:
9 gols: Romero; 7 gols: Lucca; 6 gols: André; 4 gols: Giovanni Augusto; 3 gols: Bruno Henrique, Marquinhos Gabriel, Uendel, Guilherme, Fágner e Rodriguinho2 gols:  Elias, Marlone, Alan Mineiro, Balbuena, Felipe e Danilo1 gol: Guilherme Arana, Edílson, Maycon e Yago. Contra: Kadu, da Ponte Preta, na vitória mosqueteira por 3 x 0 em 26/05/2016; Mareco, do Cerro Porteño, na vitória do Corinthians por 2 x 0 em 16/03/2016; Escalona, do Cobresal, na vitória alvinegra sobre o time chileno por 1 x 0 em 17/02/2016.

Na Arena Corinthians:
72 jogos, 54 vitórias, 14 empates, 4 derrotas, 150 gols pró, 43 gols contra.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.301 jogos; 566 vitórias; 380 empates; 358 derrotas; 1.747 gols pró; 1.376 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2016): 1.230 jogos; 527 vitórias; 363 empates; 340 derrotas; 1.642 gols pró; 1.300 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.603 jogos*; 2.933 vitórias; 1.383 empates; 1.269 derrotas; 10.697 gols pró; 6.443 gols contra.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há pelo menos 18 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 17h52 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.602

1 x 0
O Corinthians perdeu pela contagem mínima para o Fluminense em Brasília em seu primeiro jogo sem Tite no comando da equipe.

O Timão teve posse de bola e armou algumas boas jogadas, mas falhou demais nas conclusões, especialmente no primeiro tempo. Ainda na etapa inicial, o alvinegro perdeu o volante Elias e o goleiro Válter, ambos lesionados.

Na etapa complementar, o tricolor carioca ganhou de presente um pênalti, que resultou na expulsão de Yago. Cássio substituiu Válter e defendeu o pênalti, mas deu rebote e o Fluminense fez o gol que definiu o placar do centésimo confronto da história entre os dois clubes.

Mesmo com um a menos, o Timão esteve perto de empatar, mas não conseguiu colocar a bola pra dentro e amargou sua segunda derrota consecutiva pela contagem mínima, distanciando-se da ponta da tabela.

O Fluminense, enquanto isso, sagrou-se o 12º clube a ter enfrentado o Corinthians pelo menos 100 vezes na história.

Contra o Fluminense:
Retrospecto geral: 100 jogos, 35 vitórias, 29 empates, 36 derrotas, 133 gols pró, 133 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro (1967-2016): 54 jogos, 19 vitórias, 18 empates, 17 derrotas, 58 gols pró, 53 gols contra. No Robertão (1967-1970): 4 jogos, 1 vitória, 1 empate, 2 derrotas, 6 gols pró, 6 gols contra; no Brasileirão (1971-2016): 50 jogos, 18 vitórias, 17 empates, 15 derrotas, 52 gols pró, 47 gols contra.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 21h58 [] [envie esta mensagem] []






Tite deixa o Corinthians para assumir a selecinha

Esta definitivamente é uma semana para ser esquecida por nós, corinthianos.

O Corinthians perdeu para o Palmeiras no domingo e agora, mas não por causa dessa derrota, está sem técnico.

Nosso querido Adenor Bacchi, o Tite, vai deixar o Timão para dirigir o que sobrou do timeco da CBF.

Com isso, Tite torna-se o quarto técnico da história a sair do Corinthians direto para a CBF. Os outros foram Vanderlei Luxemburgo, Carlos Alberto Parreira e Mano Menezes.

O Corinthians levou mais de 30 anos para encontrar um técnico que superasse Oswaldo Brandão. E a partir de agora talvez precise de mais 30 para encontrar um treinador capaz de superar Tite.

De todos os títulos possíveis disputados pelo Corinthians nas três passagens de Tite, o gaúcho não conquistou apenas a Copa do Brasil.

Com ele o Timão foi campeão paulista, duas vezes campeão brasileiro, conquistou pela primeira vez a Libertadores, voltou a ser campeão mundial e, de quebra, ainda levou uma Recopa Sul-Americana em cima do São Paulo.

Mais do que isso, Tite elevou o Corinthians a um padrão sem similar no futebol brasileiro. Tite moldou o Corinthians à imagem de sua própria ética e de seu caráter, hoje aparentemente raros em meio ao mar de canalhice vendido aos midiotas de plantão.

Agora Tite vai embora, atrás de novos desafios. Espero que ele tenha em mente que a selecinha não é mais aquela máquina de jogar futebol que no passado todo técnico tinha ambição de dirigir. Também espero que ele esteja preparado para se envolver com gente da pior espécie, a começar por seus patrões.

Hoje, o timeco da CBF não passa de uma seleção de interesses de seus mafiosos dirigentes, da golpista Rede Globo e de empresários e patrocinadores inescrupulosos que nos últimos 20 anos destruíram o monumento ao esporte que um dia foi a seleção brasileira.

Não resta nada além de desejar boa sorte a Tite e esperar que um dia ele volte.



 Escrito por Ricardo às 18h16 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.601

1 x 0
Sorria, você está sendo assaltado!

Pelo segundo jogo consecutivo, o Corinthians perdeu roubado para o Palmeiras pela contagem mínima.

No jogo do Campeonato Paulista deste ano, o Palmeiras ganhou com um gol de Dudu em impedimento. Na partida deste domingo, pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o árbitro Rafael Clauss deu perigo de gol no lance que teria originado o empate alvinegro no último minuto de jogo no Novo Porcódromo.

Rafael Clauss é mesmo apitador que no ano passado expulsou Cássio, também no novo Porcódromo, num lance em que um gândula jogou outra bola em campo. Tivesse ele sempre o mesmo critério, hoje o Palmeiras teria saído com algum jogador levando no mínimo cartão amarelo por cera depois do gol marcado no início do segundo tempo. Mas é claro que isso não aconteceu.

Uma partida do Corinthians com Clauss no apito e o auxiliar Emerson Augusto de Carvalho numa das bandeiras, aquele mesmo do triplo impedimento carpado, só pode ser piada de mau gosto com a Fiel, com elevado potencial de cartas marcadas.

Seja como for, nem depois do jogo do Paulista nem depois do de hoje, ninguém vai ver o Cuca batendo na mesa porque o juiz errou.

Uma coisa é o Corinthians ter feito um jogo horrível ou perdido pelo mérito exclusivo do adversário; outra bem diferente é perder por interferência direta da arbitragem, ainda que o desempenho não tenha sido de encher os olhos.

Profissionalização da arbitragem já!

Contra o Palmeiras:
Retrospecto geral: 350 jogos, 120 vitórias, 106 empates, 124 derrotas, 468 gols pró, 507 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro (1967-2016): 53 jogos, 14 vitórias, 20 empates, 19 derrotas, 50 gols pró, 66 gols contra.
No Robertão (1967-1970): 7 jogos, 3 empates, 4 derrotas, 4 gols pró, 9 gols contra; no Brasileirão (1971-2016): 46 jogos, 14 vitórias, 17 empates, 15 derrotas, 46 gols pró, 57 gols contra.
No Parque Antártica (Allianz Parque a partir de 2015): 43 jogos, 12 vitórias, 9 empates, 22 derrotas, 47 gols pró, 76 gols contra.

Sob o comando de Tite:
378 jogos, 196 vitórias, 110 empates, 72 derrotas.

O Corinthians no Parque Antártica (Allianz Parque a partir de 2015):
167 jogos, 85 vitórias, 35 empates, 46 derrotas, 326 gols pró, 219 gols contra.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 18h11 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.600

2 x 1
O Corinthians perdia para o ridículo time do Coritiba até os 44 minutos do segundo tempo, quando o contestado André deu uma de Viola e empatou o jogo em Itaquera. Aos 49, Uendel virou, deu a vitória ao Timão e mandou a cera paranaense para o inferno nesta chuvosa noite de sábado em São Paulo.

Pelo terceiro ano seguido, o Coxa encheu o saco em Itaquera, mas cedeu no fim. Negueba, um jogadorzinho medíocre que só corre contra o Corinthians, achou um gol para o time visitante aos 47 minutos do primeiro tempo. Dali pra frente, o Coritiba atrasou o jogo o quanto pôde, até tomar o gol de empate.

O Timão jogou dentro da área do Coritiba o tempo inteiro e fez por merecer a heroica virada desta noite. A vitória nos acréscimos foi a punição merecida a um time de Série B que só por sorte não caiu nos últimos anos.

Contra o Coritiba:
Retrospecto geral: 53 jogos, 27 vitórias, 10 empates, 16 derrotas, 71 gols pró, 51 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro (1967-2016): 40 jogos, 21 vitórias, 8 empates, 11 derrotas, 51 gols pró, 37 gols contra.
No Robertão (1967-1970): 1 jogo, 1 vitória, 3 gols pró, 2 gols contra; no Brasileirão (1971-2016): 39 jogos, 20 vitórias, 8 empates, 11 derrotas, 48 gols pró, 35 gols contra.
Em Itaquera: 3 jogos, 2 vitórias, 1 empate, 6 gols pró, 4 gols contra.

Artilheiros do jogo:
André e Uendel.

O Corinthians em 2016:
34 jogos, 21 vitórias, 8 empates, 5 derrotas, 60 gols pró, 23 gols contra.

Sob o comando de Tite:
377 jogos, 196 vitórias, 110 empates, 71 derrotas.

Artilheiros em 2016:
9 gols: Romero; 7 gols: Lucca; 6 gols: André; 4 gols: Giovanni Augusto; 3 gols: Uendel, Guilherme, Fágner e Rodriguinho2 gols: Marquinhos Gabriel, Elias, Marlone, Alan Mineiro, Balbuena, Felipe e Danilo1 gol: Bruno Henrique, Guilherme Arana, Edílson, Maycon e Yago. Contra: Kadu, da Ponte Preta, na vitória mosqueteira por 3 x 0 em 26/05/2016; Mareco, do Cerro Porteño, na vitória do Corinthians por 2 x 0 em 16/03/2016; Escalona, do Cobresal, na vitória alvinegra sobre o time chileno por 1 x 0 em 17/02/2016.

Na Arena Corinthians:
71 jogos, 53 vitórias, 14 empates, 4 derrotas, 147 gols pró, 42 gols contra.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.298 jogos; 565 vitórias; 380 empates; 356 derrotas; 1.744 gols pró; 1.373 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2016): 1.227 jogos; 526 vitórias; 363 empates; 338 derrotas; 1.639 gols pró; 1.297 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.600 jogos*; 2.932 vitórias; 1.383 empates; 1.267 derrotas; 10.694 gols pró; 6.440 gols contra.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há pelo menos 18 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 22h46 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.599

1 x 0
O Corinthians martelou o Santos do primeiro ao último minuto de partida da noite desta quarta-feira em Itaquera, sem afobação, até chegar ao gol da vitória aos 36 minutos do segundo tempo, com Giovanni Augusto.

O San7os veio a Itaquera apenas para se defender, fazer o tempo passar e reclamar. E time que vai só atrás de empate normalmente encontra a derrota.

Já o Timão criou diversas oportunidades em sua 70ª apresentação em Itaquera, mas parou na falta de pontaria e nas boas defesas de Vanderlei.

A vitória corinthiana só não foi mais larga por causa da boa atuação do goleiro adversário.

Enquanto isso, bastaram dois jogos como titular para Cristian tomar conta do meio de campo mosqueteiro, como nos velhos tempos.

Contra o Santos:
Retrospecto geral*: 322 jogos, 128 vitórias, 92 empates, 102 derrotas, 574 gols pró, 493 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro (1967-2016): 59 jogos, 22 vitórias, 18 empates, 19 derrotas, 78 gols pró, 75 gols contra.
No Robertão (1967-1970): 4 jogos, 2 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 8 gols pró, 4 gols contra; no Brasileirão (1971-2016): 55 jogos, 20 vitórias, 17 empates, 18 derrotas, 70 gols pró, 71 gols contra.
Em Itaquera: 5 jogos, 3 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 6 gols pró, 3 gols contra.

Artilheiro do jogo:
Giovanni Augusto.

O Corinthians em 2016:
33 jogos, 20 vitórias, 8 empates, 5 derrotas, 58 gols pró, 22 gols contra.

Sob o comando de Tite:
376 jogos, 195 vitórias, 110 empates, 71 derrotas.

Artilheiros em 2016:
9 gols: Romero; 7 gols: Lucca; 5 gols: André; 4 gols: Giovanni Augusto; 3 gols: Guilherme, Fágner e Rodriguinho2 gols: Marquinhos Gabriel, Uendel, Elias, Marlone, Alan Mineiro, Balbuena, Felipe e Danilo1 gol: Bruno Henrique, Guilherme Arana, Edílson, Maycon e Yago. Contra: Kadu, da Ponte Preta, na vitória mosqueteira por 3 x 0 em 26/05/2016; Mareco, do Cerro Porteño, na vitória do Corinthians por 2 x 0 em 16/03/2016; Escalona, do Cobresal, na vitória alvinegra sobre o time chileno por 1 x 0 em 17/02/2016.

Na Arena Corinthians:
70 jogos, 52 vitórias, 14 empates, 4 derrotas, 145 gols pró, 41 gols contra.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.297 jogos; 564 vitórias; 380 empates; 356 derrotas; 1.742 gols pró; 1.372 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2016): 1.226 jogos; 525 vitórias; 363 empates; 338 derrotas; 1.637 gols pró; 1.296 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.599 jogos**; 2.931 vitórias; 1.383 empates; 1.267 derrotas; 10.692 gols pró; 6.439 gols contra.

*Os números do confronto entre Corinthians e Santos não incluem o jogo anulado do Brasileirão de 2005 por interferência do juiz ladrão confesso Edílson Pereira de Carvalho. Em 31 de julho daquele ano o Santos venceu o Corinthians por 4 x 2 na Vila Belmiro graças, em grande parte, ao árbitro em questão. Como a partida acabou anulada posteriormente e não tem valor oficial, o resultado não entra nos números publicados neste blog.

**Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há pelo menos 18 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 23h00 [] [envie esta mensagem] []






Retrospecto Corinthiano nas redes

Fala, Fiel!

Este post é pra dar uma reforçada nas novidades do Retrospecto Corinthiano, já com 11 anos de atividade ininterrupta acompanhando o nosso Todo Poderoso Timão.

Além do Twitter, o blog também se faz presente no Facebook e no YouTube.

Os links estão a seguir. Sigam, curtam, inscrevam-se!

Em breve haverá mais novidades.

Obrigado pelo prestígio e pelo tempo dispensado.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.

Assista ao Retrospecto Corinthiano no YouTube.



 Escrito por Ricardo às 14h08 [] [envie esta mensagem] []




[ ver mensagens anteriores ]
 


 
 




Jogos do Timão ao vivo
Mundial de Clubes 2012
Mundial de Clubes 2000
Libertadores 2012
Recopa Sul-Americana 2013
Brasileirão 2011
Copa do Brasil 2009
Paulistão 2013
Paulistão 2009
Série B 2008
Copinha 2015
Copinha 2012
Copinha 2009
Anarcorinthians
Blog da Lara
Futebol, Política e Cachaça
Corintimão
Blog da Yule
Blog do Juca Kfouri
Vertebrais FC
Na Marca da Cal
Fiel Embu
Chance de Gol
RSSSF
 
 

Dê uma nota para meu blog