Retrospecto Corinthiano


Jogo 5.541

1 x 3
O Corinthians foi a Florianópolis na tarde deste domingo e derrotou o Figueirense por 3 x 1. Com o empate do Atlético Mineiro diante do Joinville, a dianteira do Timão sobre o vice-líder aumentou para sete pontos restando dez rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro.

Elias, Gil e Renato Augusto chegaram a abrir 3 x 0 para o Timão mesmo com o juiz Marcelo de Lima Henrique empenhado na arbitragem dos sonhos de todos os antis: deixou o time da casa bater à vontade, inverteu e inventou faltas, ignorou um pênalti a favor do Corinthians e ainda validou um gol irregular do Figueirense.

Ainda bem que o Timão entrou concentrado e impediu a interferência nociva da arbitragem.

Enquanto isso, com os tentos de hoje, o Corinthians chegou a 100 gols marcados em 2015. A marca não era atingida desde 2012.

Contra o Figueirense:
Retrospecto geral: 24 jogos, 10 vitórias, 7 empates, 7 derrotas, 37 gols pró, 31 gols contra.
Campeonato Brasileiro: 21 jogos, 8 vitórias, 7 empates, 6 derrotas, 29 gols pró, 26 gols contra.

Artilheiros do jogo:
Elias, Gil e Renato Augusto.

O Corinthians em 2015:
61 jogos, 38 vitórias, 13 empates, 10 derrotas, 100 gols pró, 47 gols contra.

Sob o comando de Tite:
333 jogos, 169 vitórias, 99 empates, 65 derrotas.

Artilheiros em 2015:
14 gols: Jádson; 12 gols: Paolo Guerrero; 10 gols: Vágner Love; 9 gols: Elias; 8 gols: Luciano; 6 gols: Malcom; 5 gols: Renato Augusto, 4 gols: Felipe e Danilo; 3 gols: Mendoza, Fábio Santos e Emerson Sheik; 2 gols: Gil, Uendel, Romero, Petros e Fágner; 1 gol: Guilherme Arana, Marciel, Ralf, Rodriguinho, Bruno Henrique, Yago e Cristian. Contra: Amaral, do Palmeiras, no empate por 3 x 3 em 06/09/2015; Samuel Xavier, do Sport Recife, na vitória alvinegra por 4 x 3 em 12/08/2015.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.283 jogos; 553 vitórias; 376 empates; 354 derrotas; 1.711 gols pró; 1.360 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2013): 1.211 jogos; 516 vitórias; 359 empates; 336 derrotas; 1.606 gols pró; 1.284 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.541 jogos*; 2.894 vitórias; 1.370 empates; 1.260 derrotas; 10.568 gols pró; 6.391 gols contra. Saldo: +4.177 gols.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há 15 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.



 Escrito por Ricardo às 18h41 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.540

2 x 0
Depois de o Corinthians ter perdido três jogos consecutivos para o Santos este ano, Jádson marcou dois para colocar a freguesia novamente em seu devido lugar, ultrapassar Guerrero na artilharia alvinegra em 2015 e levar o Timão a voltar a vencer clássicos.

O calor implacável das 11h da manhã atrapalhou um pouco o ritmo da partida em Itaquera, mas estava quente pra todo mundo e o Corinthians jogou muito mais bola na manhã deste domingo.

O Timão jogou bem do começo ao fim e placar poderia ter sido muito mais elástico, mas a trave e o goleiro salvaram o San7os de uma goleada.

O Timão abriu o placar num pênalti claríssimo, mas marcado pelo bandeirinha, o que deu início a uma choradeira santista que certamente repercutirá na imprensa anticorinthiana. O único erro da arbitragem no lance foi a expulsão do jogador errado. Mas o pênalti em si nada teve de polêmico.

E enquanto os cães ladram, a caravana passa.

Artilheiro do jogo:
Jádson (2).

O Corinthians em 2015:
60 jogos, 37 vitórias, 13 empates, 10 derrotas, 97 gols pró, 46 gols contra.

Sob o comando de Tite:
332 jogos, 168 vitórias, 99 empates, 65 derrotas.

Artilheiros em 2015:
14 gols: Jádson; 12 gols: Paolo Guerrero; 10 gols: Vágner Love; 8 gols: Elias e Luciano; 6 gols: Malcom; 4 gols: Renato Augusto, Felipe e Danilo; 3 gols: Mendoza, Fábio Santos e Emerson Sheik; 2 gols: Uendel, Romero, Petros e Fágner; 1 gol: Guilherme Arana, Marciel, Ralf, Gil, Rodriguinho, Bruno Henrique, Yago e Cristian. Contra: Amaral, do Palmeiras, no empate por 3 x 3 em 06/09/2015; Samuel Xavier, do Sport Recife, na vitória alvinegra por 4 x 3 em 12/08/2015.

Na Arena Corinthians:
48 jogos, 34 vitórias, 10 empates, 4 derrotas, 95 gols pró, 32 gols contra.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.282 jogos; 552 vitórias; 376 empates; 354 derrotas; 1.708 gols pró; 1.359 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2013): 1.210 jogos; 515 vitórias; 359 empates; 336 derrotas; 1.603 gols pró; 1.283 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.540 jogos*; 2.893 vitórias; 1.370 empates; 1.260 derrotas; 10.565 gols pró; 6.390 gols contra. Saldo: +4.175 gols.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há 15 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.



 Escrito por Ricardo às 13h05 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.539

2 x 1
O Corinthians foi ao Beira-Rio na noite desta quarta-feira e viu sua invencibilidade de 17 partidas ser interrompida, na verdade surrupiada, pelo Internacional.

Hoje, mais um jogador saiu lesionado no início da partida. Desta vez foi Uendel. O esforçado mas péssimo Edílson entrou improvisado na lateral esquerda e foi o melhor jogador do Inter na partida. Malcom, por sua vez, até fez o gol, mas errou jogadas demais até conseguir ser substituído por Romero.

O Chorolado, enquanto isso, correu o que podia e o que não podia hoje e ainda contou com o reforço do inepto Edílson e uma mãozinha da arbitragem em seu gol da virada. Mas isso não vai entrar no DVD nem repercutir na mídia anticorinthiana, pois não interessa a ela.

Para quem não prestou atenção, o lance que resultou no segundo gol Chorolado saiu de um escanteio inventado pela arbitragem depois do qual a bola foi parar no zagueiro Paulão e o resto já se sabe.

Seja como for, a invencibilidade uma hora iria cair. O importante é que, mesmo com o ponto surrupiado fora de casa, o Corinthians manteve seus cinco pontos de vantagem sobre o vice-líder, uma vez que o Atlético Mineiro perdeu para o Santos.

Contra o Internacional:
Retrospecto geral: 80 jogos, 29 vitórias, 29 empates, 22 derrotas, 88 gols pró, 82 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro (1967-2015): 64 jogos, 23 vitórias, 24 empates, 17 derrotas, 70 gols pró, 68 gols contra.
No Robertão (1967-1970): 6 jogos, 2 vitórias, 2 empates, 2 derrotas, 6 gols pró, 7 gols contra; no Brasileirão (1971-2015): 58 jogos, 21 vitórias, 22 empates, 15 derrotas, 64 gols pró, 61 gols contra.

Artilheiro do jogo:
Malcom.

O Corinthians em 2015:
59 jogos, 36 vitórias, 13 empates, 10 derrotas, 95 gols pró, 46 gols contra.

Sob o comando de Tite:
331 jogos, 167 vitórias, 99 empates, 65 derrotas.

Artilheiros em 2015:
12 gols: Jádson e Paolo Guerrero; 10 gols: Vágner Love; 8 gols: Elias e Luciano; 6 gols: Malcom; 4 gols: Renato Augusto, Felipe e Danilo; 3 gols: Mendoza, Fábio Santos e Emerson Sheik; 2 gols: Uendel, Romero, Petros e Fágner; 1 gol: Guilherme Arana, Marciel, Ralf, Gil, Rodriguinho, Bruno Henrique, Yago e Cristian. Contra: Amaral, do Palmeiras, no empate por 3 x 3 em 06/09/2015; Samuel Xavier, do Sport Recife, na vitória alvinegra por 4 x 3 em 12/08/2015.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.281 jogos; 551 vitórias; 376 empates; 354 derrotas; 1.706 gols pró; 1.359 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2013): 1.209 jogos; 514 vitórias; 359 empates; 336 derrotas; 1.601 gols pró; 1.283 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.539 jogos*; 2.892 vitórias; 1.370 empates; 1.260 derrotas; 10.563 gols pró; 6.390 gols contra. Saldo: +4.173 gols.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há 15 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.



 Escrito por Ricardo às 23h56 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.538

3 x 0
O Corinthians manteve o futebol consistente das últimas rodadas e derrotou o Joinville por 3 x 0 na manhã deste domingo em Itaquera.

O Timão martelou o time catarinense durante 38 minutos até o jovem Malcom abrir o placar.

Malcom, que merecidamente saiu do time, entrou em campo aos 3 minutos, depois de Rildo sair contundido, e parece ter entendido o recado.

Uendel e Vágner Love completaram o marcador no segundo tempo, ampliando a 17 partidas o recorde de invencibilidade do clube em uma mesma edição da competição. O placar obtido hoje, por curiosidade, é o resultado mais frequente do Corinthians nos jogos em Itaquera.

Com a vitória, o Timão segue líder do Campeonato Brasileiro e se prepara para uma nova sequência difícil, na qual terá pela frente o Internacional e o Santos, que impôs ao Corinthians suas últimas três derrotas.

Vale lembrar que o Timão possui no momento o melhor ataque, a melhor defesa e o maior número de vitórias do campeonato, mas tem gente na super-honesta mídia "especializada" que acha isso "acaso" ou "favorecimento". Que ache o que quiser!

Contra o Joinville:
Retrospecto geral: 10 jogos, 5 vitórias, 2 empates, 3 derrotas, 15 gols pró, 11 gols contra.
Pelo Campeonato Brasileiro: 8 jogos, 4 vitórias, 1 empate, 3 derrotas, 11 gols pró, 9 gols contra.

Artilheiros do jogo:
Malcom, Uendel e Vágner Love.

O Corinthians em 2015:
58 jogos, 36 vitórias, 13 empates, 9 derrotas, 94 gols pró, 44 gols contra.

Sob o comando de Tite:
330 jogos, 167 vitórias, 99 empates, 64 derrotas.

Artilheiros em 2015:
12 gols: Jádson e Paolo Guerrero; 10 gols: Vágner Love; 8 gols: Elias e Luciano; 5 gols: Malcom; 4 gols: Renato Augusto, Felipe e Danilo; 3 gols: Mendoza, Fábio Santos e Emerson Sheik; 2 gols: Uendel, Romero, Petros e Fágner; 1 gol: Guilherme Arana, Marciel, Ralf, Gil, Rodriguinho, Bruno Henrique, Yago e Cristian. Contra: Amaral, do Palmeiras, no empate por 3 x 3 em 06/09/2015; Samuel Xavier, do Sport Recife, na vitória alvinegra por 4 x 3 em 12/08/2015.

Na Arena Corinthians:
47 jogos, 33 vitórias, 10 empates, 4 derrotas, 93 gols pró, 32 gols contra.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.280 jogos; 551 vitórias; 376 empates; 353 derrotas; 1.705 gols pró; 1.357 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2013): 1.208 jogos; 514 vitórias; 359 empates; 335 derrotas; 1.600 gols pró; 1.281 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.538 jogos*; 2.892 vitórias; 1.370 empates; 1.259 derrotas; 10.562 gols pró; 6.388 gols contra. Saldo: +4.174 gols.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há 15 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.



 Escrito por Ricardo às 13h07 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.537

1 x 1
O inepto lateral-direito Edílson entregou a bola para o ignóbil atacante Bobô abrir o placar para o Grêmio na primeira metade do segundo tempo, mas Renato Augusto salvou a lavoura e impediu que a vantagem mosqueteira sobre o Atlético Mineiro diminuísse mais.

O fato é que o Corinthians encerrou aquela que foi provavelmente a mais complicada sequência do segundo turno do Campeonato Brasileiro conquistando cinco de nove pontos disputados e manteve-se na liderança com três pontos de vantagem sobre o vice-líder.

Com o empate em casa, o Timão alcançou 16 jogos de invencibilidade no Brasileirão 2015. Trata-se da maior sequência invicta já alcançada pelo Corinthians em uma mesma edição de Campeonato Brasileiro.

Artilheiro do jogo:
Renato Augusto
.

O Corinthians em 2015:
57 jogos, 35 vitórias, 13 empates, 9 derrotas, 91 gols pró, 44 gols contra.

Sob o comando de Tite:
329 jogos, 166 vitórias, 99 empates, 64 derrotas.

Artilheiros em 2015:
12 gols: Jádson e Paolo Guerrero; 9 gols: Vágner Love; 8 gols: Elias e Luciano4 gols: Renato Augusto, Malcom, Felipe e Danilo; 3 gols: Mendoza, Fábio Santos e Emerson Sheik; 2 gols: Romero, Petros e Fágner; 1 gol: Guilherme Arana, Marciel, Ralf, Gil, Rodriguinho, Uendel, Bruno Henrique, Yago e Cristian. Contra: Amaral, do Palmeiras, no empate por 3 x 3 em 06/09/2015; Samuel Xavier, do Sport Recife, na vitória alvinegra por 4 x 3 em 12/08/2015.

Na Arena Corinthians:
46 jogos, 32 vitórias, 10 empates, 4 derrotas, 90 gols pró, 32 gols contra.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.279 jogos; 550 vitórias; 376 empates; 353 derrotas; 1.702 gols pró; 1.357 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2013): 1.207 jogos; 513 vitórias; 359 empates; 335 derrotas; 1.597 gols pró; 1.281 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.537 jogos*; 2.891 vitórias; 1.370 empates; 1.259 derrotas; 10.559 gols pró; 6.388 gols contra. Saldo: +4.171 gols.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há 15 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.



 Escrito por Ricardo às 23h58 [] [envie esta mensagem] []






Jogo 5.536

3 x 3
Corinthians e Palmeiras protagonizaram na tarde deste domingo um duelo à altura da história do clássico.

Jogando em casa, três vezes o Palmeiras esteve à frente no placar. Três vezes o Corinthians foi buscar o empate.

E isto sem contar as importantes defesas realizadas tanto por Cássio quanto por Fernando Prass.

Com o empate no jogaço de hoje o Timão tem agora cinco pontos de vantagem sobre o Atlético Mineiro.

Ao mesmo tempo, o Corinthians iguala seu recorde histórico de invencibilidade em uma mesma edição de Campeonato Brasileiro, atingido pela primeira vez em 1993: 15 jogos.

Que o Timão continue a jogar assim.

Artilheiros do jogo:
Guilherme Arana
, Vágner Love e Amaral (contra).

O Corinthians em 2015:
56 jogos, 35 vitórias, 12 empates, 9 derrotas, 90 gols pró, 43 gols contra.

Sob o comando de Tite:
328 jogos, 166 vitórias, 98 empates, 64 derrotas.

Artilheiros em 2015:
12 gols: Jádson e Paolo Guerrero; 9 gols: Vágner Love; 8 gols: Elias e Luciano4 gols: Malcom, Felipe e Danilo; 3 gols: Renato Augusto, Mendoza, Fábio Santos e Emerson Sheik; 2 gols: Romero, Petros e Fágner; 1 gol: Guilherme Arana, Marciel, Ralf, Gil, Rodriguinho, Uendel, Bruno Henrique, Yago e Cristian. Contra: Amaral, do Palmeiras, no empate por 3 x 3 em 06/09/2015; Samuel Xavier, do Sport Recife, na vitória alvinegra por 4 x 3 em 12/08/2015.

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
1.278 jogos; 550 vitórias; 375 empates; 353 derrotas; 1.701 gols pró; 1.356 gols contra. No Robertão (1967-1970): 72 jogos; 37 vitórias; 17 empates; 18 derrotas; 106 gols pró; 76 gols contra. No Brasileirão (1971-2013): 1.206 jogos; 513 vitórias; 358 empates; 335 derrotas; 1.596 gols pró; 1.280 gols contra.

O Corinthians em 105 anos de história:
5.536 jogos*; 2.891 vitórias; 1.369 empates; 1.259 derrotas; 10.558 gols pró; 6.387 gols contra. Saldo: +4.171 gols.

*Dos jogos disputados pelo Corinthians desde 1910, há 15 partidas cujos resultados não foram registrados e continuam desconhecidos até hoje.

Acompanhe o Retrospecto Corinthiano no Twitter: @retrospectimao.

Siga o Retrospecto Corinthiano no Facebook.



 Escrito por Ricardo às 18h06 [] [envie esta mensagem] []




[ ver mensagens anteriores ]
 


 
 




Jogos do Timão ao vivo
Mundial de Clubes 2012
Mundial de Clubes 2000
Libertadores 2012
Recopa Sul-Americana 2013
Brasileirão 2011
Copa do Brasil 2009
Paulistão 2013
Paulistão 2009
Série B 2008
Copinha 2015
Copinha 2012
Copinha 2009
Anarcorinthians
Blog da Lara
Futebol, Política e Cachaça
Corintimão
Blog da Yule
Blog do Juca Kfouri
Vertebrais FC
Na Marca da Cal
Fiel Embu
Chance de Gol
RSSSF
 
 

Dê uma nota para meu blog